quarta-feira, 23 de março de 2016

Ministro da Aviação anuncia prioridade para a construção de aeroportos no MA

Por Sarney Filho Dep.Federal
O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Mauro Lopes, determinou hoje prioridade para a construção dos aeroportos de Barra do Corda, Balsas, Barreirinhas e Bacabal, no Maranhão, após reunião, em Brasília, com o líder do Partido Verde na Câmara, deputado Sarney Filho (MA) e o deputado estadual Rigo Teles (PV). “A aprovação dos projetos, que atualmente estão na fase de licenciamento ambiental, deverá ocorrer até o final de abril, de acordo com o ministro”, informou Rigo Teles.
Sarney Filho reforçou a importância das obras para o desenvolvimento do estado, já que eles funcionarão em regiões em fase de grande desenvolvimento, como Bacabal e Barra do Corda, onde a pecuária e a agricultura estão se expandindo.
O deputado Rigo Teles defendeu a importância dos novos aeroportos para o estado, destacando o de Barra do Corda. “O município está localizado numa região estratégica, a 370 quilômetros de Imperatriz e  a  440 de São Luís. A previsão estimada de investimentos é de R$ 28,37 milhões, envolvendo a construção do terminal de passageiros, pista de pouso, pátio de aeronaves, entre outras obras”, explicou o deputado.
O aeroporto de Barreirinhas irá facilitar o acesso à região dos Lençóis Maranhenses, atendendo ao fluxo de turistas do Brasil e do exterior que procuram cada vez mais os pacotes para esta região de belezas naturais. Já o aeroporto de Balsas irá atender a região sul do estado, onde ocorre um forte crescimento do agronegócio.
Durante a audiência, o ministro Mauro Lopes convocou o secretário de Aeroportos, Leonardo Cruz e o diretor do Departamento de Gestão PROFAA da Secretaria de Avião Civil reforçando a importância e urgência dos projetos.
A construção dos aeroportos no Maranhão faz parte do Programa de Investimentos em Logística: Aeroportos, anunciado pelo governo federal, em dezembro de 2012.   Para a execução do programa, a Secretaria de Aviação Civil celebrou contrato com o Banco do Brasil, em 2013. As primeiras fases já foram concluídas: os estudos de viabilidade técnica; o detalhamento dos investimentos, e agora, estão em fase de conclusão os licenciamentos ambientais e ensaios de sondagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário